Home Produtos e serviços Empresas do setor sucroenergético economizam mais de R$ 3,3 milhões com gestão de ativos

Empresas do setor sucroenergético economizam mais de R$ 3,3 milhões com gestão de ativos

0
0

 

nsksuzano

 

Iniciativa da fabricante de rolamentos NSK, o Programa de Gerenciamento de Ativos (AIP) já implementou 102 projetos e reduziu os custos de manutenção de 22 empresas do setor sucroenergético em R$ 3,3 milhões, de acordo com a multinacional japonesa.

A metodologia é baseada em quatro pilares: Mapeamento, Seleção, Treinamento e Inspeção, que quando implementados aumentam o desempenho do rolamento aplicado e, consequentemente, a eficiência produtiva e a redução de parada de máquinas.

Além de identificar as oportunidades de melhorias nos rolamentos das máquinas industriais utilizadas nas empresas do setor sucroenergético, o AIP ofereceu treinamento aplicado em quatro etapas de aprendizado, desde a formação do conhecimento básico de rolamentos, até o treinamento prático, focando na instalação, remoção e manuseio de produtos NSK.

A inspeção, última etapa do processo, foi realizada no período de entressafra do segmento, identificando e sanando problemas nos equipamentos.

“Um exemplo de sucesso do AIP, aplicado em uma empresa do segmento, localizada no interior de São Paulo, foi a economia de R$ 28 mil nos custos de manutenção em quatro rolamentos, dos quais eram aplicados em máquinas críticas do processo produtivo. O programa realizou atividades de engenharia, permitindo a máxima performance com a extensão da vida de trabalho dos rolamentos e eliminando paradas de máquinas. Antes do AIP, os custos de manutenção deste equipamento eram de da ordem de R$ 45,5 mil e agora o valor é de R$ 17,1 mil”, comenta Alexandre Froes, diretor das unidades de negócios Aftermarket e Industrial da NSK Brasil.

Um outro projeto que foi desenvolvido neste segmento, também de uma empresa no interior de São Paulo, teve uma redução de R$ 907 mil. O programa elaborou um estudo de engenharia para solucionar o problema de quebras constantes no rolamento do gerador de energia da empresa, o que permitiu o aumento da vida útil do rolamento e menor custos de manutenção.

“Os resultados desses cases de sucesso são avaliados e aprovados pelo próprio cliente”, comenta Froes.

A NSK também realizou a troca de dois rolamentos aplicados nos desfibradores de cana de uma empresa do setor, que gerou uma economia de R$ 30 mil. Com o procedimento, a vida útil dos rolamentos aumentou de 2 anos para 4 anos devido a sua melhor performance.

Segundo levantamento da NSK, o programa, implementado desde 2012, já gerou R$ 35,9 milhões em redução de custos para a indústria, num total de 629 projetos realizados em 256 empresas, números validados pelos próprios clientes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *