• Newtec

As principais causas de quebra de máquinas agrícolas e como evitá-las

Quais as melhores estratégias de prevenção para manter a eficiência no campo

Produtores rurais enfrentam desafios constantes no manejo de suas operações, e um dos problemas recorrentes é a quebra de máquinas agrícolas. Entender as principais causas desses incidentes e adotar medidas preventivas é fundamental para garantir a eficiência e a produtividade no campo.

1. Manutenção inadequada:

Uma das principais razões para a quebra de máquinas agrícolas é a falta de manutenção adequada. Componentes desgastados ou mal lubrificados podem levar a falhas catastróficas durante o trabalho no campo.

Para evitar esse problema, os produtores devem implementar um plano de manutenção regular. E isso inclui inspeções periódicas, troca de peças conforme o desgaste e lubrificação adequada de todas as partes móveis.

2. Operação incorreta:

Muitas vezes, a quebra de máquinas agrícolas ocorre devido à operação inadequada por parte dos trabalhadores. Sobrecarregar o equipamento, ignorar limitações de carga ou velocidade e não seguir as instruções do manual do usuário podem resultar em danos significativos.

Agro impulsiona PIB do país e registra alta de 15,8% em 2023

É essencial fornecer treinamento adequado aos operadores para garantir que eles saibam como usar os equipamentos corretamente e respeitar suas capacidades.

3. Uso de peças de baixa qualidade:

Utilizar peças de reposição de qualidade inferior pode comprometer seriamente o desempenho e a durabilidade das máquinas agrícolas. Peças genéricas ou não certificadas podem não se encaixar corretamente. Ou seja, não oferecer a mesma resistência que as peças originais do fabricante.

Os produtores devem sempre optar por peças de reposição genuínas e de qualidade reconhecida, mesmo que o custo inicial seja um pouco mais alto.

4. Condições adversas do ambiente:

Fatores ambientais, como poeira, umidade e temperatura extrema, podem contribuir para a deterioração rápida das máquinas agrícolas.

Para mitigar esses efeitos, os produtores devem armazenar adequadamente seus equipamentos quando não estiverem em uso, protegendo-os de intempéries e garantindo a limpeza regular para remover acúmulos de sujeira e corrosão.

5. Envelhecimento e obsolescência:

Com o passar do tempo, mesmo as máquinas agrícolas mais bem cuidadas eventualmente se tornarão obsoletas ou apresentarão desgaste excessivo devido ao uso prolongado.

Nestes casos, para evitar quebras repentinas, os produtores devem planejar a substituição de seus equipamentos conforme a vida útil estimada ou quando sinais de deterioração começarem a aparecer, investindo em máquinas mais modernas e eficientes.

Em suma, a quebra de máquinas agrícolas pode representar um sério obstáculo para a produtividade e a rentabilidade no campo.

No entanto, ao adotar práticas de manutenção preventiva, capacitar os operadores, utilizar peças de qualidade, proteger os equipamentos do ambiente e planejar a substituição oportuna, os produtores podem reduzir significativamente o risco de enfrentar esse problema. Priorizar a prevenção é fundamental para garantir o sucesso das operações agrícolas a longo prazo.

 

ASSINE MÁQUINAS E INOVAÇÕES AGRÍCOLAS – A PARTIR DE R$ 6,90

➜ Siga a Máquinas & Inovações Agrícolas no Instagram e no Linkedin!

Deixe um comentário

Leia mais

  • Bucher Hydraulics
  • rokim Portal Maquinas Agricolas
  • rokim Portal Maquinas Agricolas
  • Bucher Hydraulics

Empresas parceiras do jornalismo agrícola de qualidade

O Portal Máquinas Agrícolas é uma plataforma integrada de informação, conhecimento e serviços sobre mecanização e inovações agrícolas.

 

Rua Félix de Sousa, 305
04612-080 – São Paulo – Brasil
Telefone: +55 (11) 5042-5260

Newsletter

LOCALIZAR NOTÍCIA NO PORTAL

© BMComm | Portal Máquinas Agrícolas  ::: Site desenvolvido por Código 1 TI

Assine nossa Newsletter