Home Notícias Brasil, Colômbia e Peru produzem 48% do café mundial

Brasil, Colômbia e Peru produzem 48% do café mundial

0
0

Os países produtores de café da América do Sul, principal região fornecedora em nível mundial, , exportaram 4,76 milhões de sacas em janeiro de 2019. O volume representa acréscimo de 16,4%, se comparado com o mesmo mês do ano anterior. Se forem consideradas as exportações acumuladas em quatro meses seguidos (outubro de 2018 a janeiro de 2019), o total exportado soma 21,6 milhões de sacas, com percentual de crescimento de 17,9%, na comparação com o mesmo período anterior.

No caso dos Cafés do Brasil, com relação a exportações no mesmo quadrimestre analisado, as vendas aumentaram 26,8%, com 14,73 milhões de sacas. Na Colômbia, as exportações atingiram 4,79 milhões, volume que denotou crescimento de 5% em relação ao mesmo período anterior. E as exportações do Peru somaram 1,92 milhão de sacas, as quais registraram aumento de 1,3%.

LEIA MAIS
Chuvas diminuem ritmo da colheita de soja, diz AgRural
Rizicultores terão R$ 500 milhões para estocagem e comercialização
Gehaka lança medidor de umidade de grãos G2000

Os três países – Brasil, Colômbia e Peru – foram responsáveis por 47% de toda produção global no ano cafeeiro 2018-19. Os números indicam que a safra aumentou 4,3%, ao atingir 79,94 milhões de sacas. Somente a produção do Brasil, maior produtor mundial, com aproximadamente 35% da safra, que bateu um recorde histórico, somou 60,1 milhões de sacas.

A produção do Brasil, maior produtor mundial, com aproximadamente 35% da safra mundial, que bateu um recorde histórico, somou 60,1 milhões de sacas.
A produção do Brasil, maior produtor mundial, com aproximadamente 35% da safra mundial, que bateu um recorde histórico, somou 60,1 milhões de sacas.

A Colômbia, segundo maior produtor de café do continente, de acordo com estimativas, obteve uma safra 14,2 milhões de sacas, volume 2,7% maior que o ano passado. E o Peru, com safra de 4,36 milhões de sacas de 60kg, registrou 1,7% de crescimento, tendo como base a safra anterior. A produção da Colômbia corresponde a 8,6%, e a do Peru a 2,6%, respectivamente, da produção mundial em 2018.

Os dados e números que permitiram realizar esta análise constam do Relatório sobre o mercado de Café fevereiro 2019, da Organização Internacional do Café (OIC), o qual está disponível para consulta na íntegra no Observatório do café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café. Para a OIC, o ano-cafeeiro global compreende o período que abrange os meses de outubro a setembro.

Conforme os dados do Relatório, com relação às exportações dos demais países produtores, especificamente na América Central e México, segundo a OIC, as vendas ao exterior registraram queda de 23,7%, com a venda de 1,18 milhão de sacas no mês de janeiro de 2019. E, ainda, que houve queda de 13,7%, com 3,15 milhões de sacas, nos quatro primeiros meses do ano-cafeeiro de 2018-2019.

Leia a ítegra do Relatório sobre o mercado de café aqui.

Fonte: Embrapa Café

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

   RECEBA A NOSSA NEWSLETTER!

sua inscrição foi feita com sucesso!

Erro, digite novamente

Máquinas e Inovações Agrícolas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.