• Newtec

Jacto reforça eficiência das colhedoras de café K 3000 e K 3500

Equipamentos foram desenvolvidos para atender as necessidades do produtor; safra de café em 2023 no Brasil foi 6,8% maior do que em 2022

Jacto reforça eficiência das colhedoras de café K 3000 e K 3500Com uma área de 2,24 milhões de hectares destinada à cafeicultura, a safra de 2023 no Brasil, caracterizada pelo ciclo de baixa bienalidade, resultou em um crescimento de 6,8% ou 3.440,5 mil sacas de café beneficiadas, para um volume de 54.360,6 mil sacas, relativamente à safra 2022, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Para auxiliar na otimização da produção e colheita no campo, a Jacto, multinacional brasileira de máquinas, serviços e soluções agrícolas, conta no seu portfólio atual com duas colhedoras de café automotrizes: K 3500, a maior e mais robusta do mercado, além da compacta e versátil K 3000, reforçando seu compromisso histórico com a cafeicultura brasileira desde o lançamento da K 3, a primeira colhedora de café do mundo, prestes a completar 45 anos em 2024.

“A Jacto tem uma relação muito especial com o café. Estamos prestes a completar 45 anos desde que lançamos a primeira colhedora de café do Brasil e do mundo. Somos gratos e honrados em termos crescido juntamente com a cafeicultura brasileira. A K 3500 segue sendo a maior e mais robusta colhedora de café do mercado e reforçamos o nosso compromisso com esta cultura com os novos recursos da K 3000”, comenta Fernando Gonçalves, presidente da Jacto.

Lançamento mais recente da marca, a K 3000 é uma colhedora de café automotriz, com reservatório de café de 2000 litros, potência de 84 cv, altura livre de colheita de 3,1 metros e capacidade de correção de inclinação lateral de até 30%. Tem a capacidade para colher em diferentes tipos de terrenos, inclusive os de mais difícil acesso.

“É uma máquina leve, de largura máxima de 3,2 metros, com grande capacidade de manobra em espaços reduzidos e que pode trabalhar com qualidade e segurança em terrenos inclinados em até 30%”, destaca Paulo Guirao, gerente de negócios de colhedoras de café da Jacto.

A colhedora de café é equipada com o novo recolhedor da Jacto, que tem altura mínima do solo de 210 mm e conta com lâminas em novo formato e aplicadas em maior quantidade. Além disso, as lâminas são fixas com apenas três parafusos, podendo ser desmontadas individualmente para manutenção.

“Este novo recolhedor permitirá ao cafeicultor colher de forma mais eficiente as lavouras novas, onde os primeiros ramos produtivos estão mais pertos do solo. Também vai reduzir a perda de café para o chão, uma vez que as lâminas são mais sobrepostas e ficam mais tempo fechadas durante a passagem do tronco de café”, analisa Guirao.

A colhedora de café também possui um novo sistema de regulagem do freio dos derriçadores, permitindo ajustá-los simultaneamente ou de forma independente, trazendo maior precisão na regulagem e agilidade na preparação para colheita.

Cabine confortável e compacta

Jacto reforça eficiência das colhedoras de café K 3000 e K 3500

A colhedora de café K 3000 possui um moderno display touchscreen, monitor das câmeras e um joystick com as principais funções. Todas as funções de ligar/desligar além das regulagens e monitoramentos estão centralizadas neste sistema, ao alcance do operador.

A cabine é confortável e compacta para menor interferência com a planta. Possui assento com regulagem de altura e profundidade, apoio para braço e console ergonômico para operação do joystick. A coluna da direção é articulável para melhor posicionamento do volante. Tem climatizador e preparação para som.

O motor diesel eletrônico de 84 cv da K 3000 é de fácil acesso para manutenção e associado à transmissão hidrostática 3×3 Full Traction, permite ao cafeicultor enfrentar com desempenho, segurança e economia as mais diversas condições de trabalho. Em sintonia com as normas brasileiras de emissão de poluentes, atende MAR-I e está homologado para trabalhar com Biodiesel B10 (até 10% na mistura).

Maior produtividade e robustez

Jacto reforça eficiência das colhedoras de café K 3000 e K 3500A colhedora de café K 3500 possui o motor mais potente do mercado, com 132 cv. Com controle eletrônico, que possibilita um controle automático de rotação e demanda de torque, proporciona menor consumo de combustível e menores níveis de emissão de poluentes. Aliado à transmissão 4×4 Full Traction, essa máquina pode colher as lavouras mais robustas em velocidades que podem chegar à 2,5 km/h.

A máquina conta com um sistema de derriça que foi desenvolvido para que equipamento tenha o máximo de desempenho e baixos índices de danos às plantas. Os transportadores têm capacidade para 14.000 litros de café por hora.

O sistema de direção patenteado tem o menor raio de giro que permite maior agilidade e rapidez nas manobras garantindo maior rendimento operacional e segurança em relevos mais acentuados. Além disso é equipada com cabine com ar-condicionado, banco com suspensão pneumática, apoio de braço com joystick, display de câmeras e de operações facilidades que auxiliam e proporcionam maior conforto para o operador.

 

ASSINE MÁQUINAS E INOVAÇÕES AGRÍCOLAS – A PARTIR DE R$ 6,90

➜ Siga a Máquinas & Inovações Agrícolas no Instagram e no Linkedin!

Deixe um comentário

Leia mais

  • Bucher Hydraulics
  • rokim Portal Maquinas Agricolas
  • Bucher Hydraulics
  • rokim Portal Maquinas Agricolas

Empresas parceiras do jornalismo agrícola de qualidade

O Portal Máquinas Agrícolas é uma plataforma integrada de informação, conhecimento e serviços sobre mecanização e inovações agrícolas.

 

Rua Félix de Sousa, 305
04612-080 – São Paulo – Brasil
Telefone: +55 (11) 5042-5260

Newsletter

LOCALIZAR NOTÍCIA NO PORTAL

© BMComm | Portal Máquinas Agrícolas  ::: Site desenvolvido por Código 1 TI

Assine nossa Newsletter